COVID-19: por que ISPs devem contar com uma CDN e links robustos

COVID-19: por que ISPs devem contar com uma CDN e links robustos

A pandemia de Covid-19 tem levado a um grande aumento de tráfego na internet. Entenda a importância da CDN e da proteção DDoS neste momento!

A Covid-19 mudou muito a forma como os profissionais trabalham e interagem entre si, não é mesmo? Boa parte das empresas tiveram que adotar o home office e lidar com uma nova demanda — a de se comunicar e acessar serviços pela web.

As medidas de isolamento provocadas pela pandemia repercutiram em vários mercados. O tráfego em serviços de streaming e jogos, por exemplo, vem aumentando e exigindo ainda mais da infraestrutura das empresas. Os provedores têm precisado suportar volumes altos de usuários e acessos e em alguns casos, se adaptar ao home office em sua própria empresa.

A CDN e a proteção DDoS surgem como alternativas importantes nessa hora. Será que sua empresa está preparada para esse novo cenário? Com a ajuda de Kurt Urban, diretor de redes e operações da UPX, você vai ver um pouco sobre o assunto ao longo do post. Vamos lá?

Por que a performance de trânsito pode garantir um bom home office?

Trabalhar em home office é ter parte da produtividade dependente da internet. Infraestrutura de rede e conexões ruins podem ser prejudiciais nesse novo cenário de trabalho. Veja alguns fatores que podem ser diferenciais para seu negócio.

Rotas mais curtas

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, o tráfego dos servidores de hospedagem da operadora que fornece a internet para casas, empresas e etc, na maioria das vezes não é entregue diretamente para o dispositivo do usuário final, podendo percorrer distâncias muito mais longas e por inúmeros caminhos.

Ter uma boa conectividade envolve trafegar na web com rotas rápidas, curtas e otimizadas. Quando um provedor de trânsito ou uma operadora são bem conectados, ou seja tem vários upstreams, downstreams e peers, o tráfego consegue passar pelo melhor caminho até chegar ao seu destino final.

Os PTTs, por exemplo, “encurtam” esse processo e fazem com que a informação chegue rapidamente. “Não adianta o provedor de trânsito ter só uma conexão com o exterior”, destaca Kurt.

Trânsito com mais performance

Você já deve ter percebido como as redes são descentralizadas na internet. Além de estar presente em PTTs, pontos de troca de tráfego privados e/ou data centers, é fundamental ter parceiros que se preocupam não só com a entrega, mas com a performance e a segurança do trânsito.

Dessa forma, é ideal contar com quem tem melhor conectividade, alta performance e rotas otimizadas para poder oferecer a melhor experiência em videoconferências e trabalhos remotos que exijam alta demanda de tráfego de dados, além de evitar a sobrecarga em sistemas e aplicações e com segurança.

Qual é a importância da CDN?

Trabalhar com home office é lidar com uma realidade um pouco diferente. Afinal, a boa conexão se torna essencial e a CDN apresenta um papel importante nesse sentido. O que isso significa?

Na prática, o termo é uma sigla em inglês para Rede de Distribuição de Conteúdo, e diz respeito ao grupo de servidores usados para distribuir os conteúdos armazenados no servidor central, diminuindo a latência e a sobrecarga dele.

Economia com infraestrutura

O ponto principal da CDN é a relação custo-benefício. Pense da seguinte forma: com o home office adotado pela maioria das empresas a infraestrutura de rede passa a ser mais exigida, certo? Isso porque o principal meio de trabalho passou a ser a internet.

A CDN é capaz de suportar uma maior quantidade de acessos e garantir qualidade e performance da conexão. Afinal, investir em uma infraestrutura mais robusta para suportar temporariamente os picos de acessos maiores poderia ser uma solução cara pensando em longo prazo, já que a demanda da maioria das empresas voltaria a ser menor.

“Com o aumento da demanda, a infraestrutura teria que suportar um pico de acesso maior”, Kurt enfatiza. “A CDN é feita justamente para auxiliar quando há um grande volume de tráfego, sem precisar do investimento local em infraestrutura e processamento. Existe uma relação interessante de custo-benefício nesse caso.”

Qualidade em picos de acesso

A CDN ajuda a manter uma alta disponibilidade ao distribuir os conteúdos pelos servidores geograficamente mais próximos de onde são feitas as requisições. Assim, o usuário acessa o servidor mais próximo, sem precisar buscar diretamente no de origem, quando acessa um arquivo, imagem, notícia, vídeo, que ficam como cópias em cache nesses servidores.

Na maioria do casos, ainda mais agora durante a pandemia que as demandas online estão mais altas, há necessidade de um bom desempenho do tráfego, principalmente quando o usuário acessa sites pesados, faz download, uploads e participa de reuniões por videoconferência.

Aqui, você acelera a entrega de conteúdo e ainda evita sobrecarregar a infraestrutura durante os picos de acesso, já que a CDN suporta o novo tráfego com o mínimo de latência possível.

Como o tráfego de conteúdo da internet é entregue pela CDN, a infraestrutura não fica sobrecarregada e sobram recursos, na rede, que podem ser utilizados por outros serviços como o de videoconferência ou VPN por exemplo, tão necessários durante o home office.

Como a proteção DDoS pode ser útil?

O trabalho remoto é uma das piores situações para ter um serviço de rede indisponível, não é mesmo? Os ataques DDoS tem justamente esse potencial — usar várias requisições ao mesmo tempo para levar a rede ou a capacidade computacional ao limite.

Por isso, confira a seguir os benefícios da proteção DDoS.

Evita os riscos do novo cenário

Basta estar online para estar suscetível a ataques e outros incidentes maliciosos. Ao depender da internet para o home office, esses riscos são potencializados, já que as empresas estão quase que 100% dependentes da internet para manter os serviços ativos.

Ataques DDoS podem acontecer para ocasionar, desde sobrecarga na largura da banda até de roteadores e outros equipamentos. As páginas do site, aplicações e sistemas de uma empresa ficam instáveis e podem até ficar fora do ar por horas e até dias se forem acometidos por ataques dessa natureza.

Os ataques DDoS, nesse caso, representam prejuízos financeiros, já que, durante o tempo em que o serviço fica fora do ar, sua empresa não vai estar produzindo. O fato do mundo inteiro trabalhar em home office tornou os ciberataques problemas globais. Kurt aponta que “as empresas hoje estão dependendo da internet e muitas estão sofrendo por não conhecerem o DDoS”.

Mantém o trabalho remoto funcionando

Não basta apenas ter estrutura para suportar os picos de acesso. O ideal é conseguir conectividade com segurança, já que os ciberataques têm o potencial de indisponibilizar o trabalho na empresa.

A pandemia de Covid-19 exigiu várias adaptações e mudanças para comportar o home office e muitas empresas precisam se adaptar a essa nova realidade. Contar com uma CDN e links robustos com proteção é uma forma de garantir que sua empresa esteja disponível mesmo em momentos críticos.

Se você ainda não sabe por onde começar as mudanças, a UPX é especialista em segurança cibernética e conta com soluções focadas em conectividade, performance e segurança, como a CDN e a proteção DDoS.

E você? Que tal contar com a parceria de uma empresa comprometida, eficiente, e que realmente tem tecnologia para garantir a melhor experiência possível? Então entre em contato com a gente!

Leia mais

Newsletter

Cadastre-se e receba novidades da UPX!
Cadastrado com sucesso! Obrigado.
Oops! Ocorreu um problema, tente novamente.